Abrigo Dom Bosco promove Bazar Beneficente

Proposta do encontro é promover ação de portas abertas

Não é só um bazar, são trocas, histórias, cuidado e oportunidades.

Nesta sexta-feira, iniciou no Abrigo Dom Bosco, a 2.ª edição do Bazar Beneficente que traz como lema a máxima: abrigo de portas abertas.

O evento tem a ideia de proporcionar a todos, vivenciar inúmeras atividades festivas ao mesmo tempo, através de música ao vivo, atendimento à saúde, auxílio a documentação e assistência social.

O Abrigo Dom Bosco é um equipamento social e nós, como equipe de saúde da Consultoria na Rua, somos multiprofissionais referenciados para os cuidados com a saúde da população em alta vulnerabilidade. Como equipe de saúde acompanhamos na totalidade, com: assistente social, psicólogo, médicos, enfermeiras. Damos todo, suporte aos pacientes que estão aqui acolhidos, reforçou Rosemeire Almeida, assistente social do Bompar.

Essa, é a primeira vez que os assistentes trabalham com os catadores, eles vêm para provar que dá para trabalhar a saúde de todas as formas, inclusive através da música. Atento a chegada dos visitantes, já equipado do seu violão e microfone, André Bezerra, também agente social do Bompar descreveu como a música pode ser ponto importante para o bem-estar:

A música é terápica, uma questão de socialização. Às vezes você não conhece a pessoa, não consegue chegar nela cumprimentando ou dando um bom dia, mas, se você vier cantando ao lado dela, ela vai cantar com você e começar uma interação. A música transforma, cura, ver eles balançando o corpo, cantando sempre que resgato memórias musicais, é uma proposta de saúde, comentou.

Meu carro não polui

Atualmente no Brasil existe aproximadamente 9.754 catadores dispersos em busca de uma emancipação social, o Abrigo Dom Bosco dá para essas pessoas a hipótese de se reintegrarem à sociedade, através da moradia, oferecendo dormitórios, local para banho, refeições, apoiando no incentivo a educação e trabalho.

Foi assim que aconteceu com José Amaral, antigo abrigado da casa e agora zelador do local: morei meses nesse abrigo, comecei a pegar reciclagens com a carroça e fiquei como voluntário fazendo limpezas e manutenções, foi quando surgiu a oportunidade de trabalhar como porteiro aqui. Aceitei e hoje é o meu trabalho, tenho minha casa, estou estudando matemática, fiz curso de elétrica no Instituto Dom Bosco, me sinto muito honrado. Estar no Abrigo Dom Bosco abriu muitas portas e me fez ajudar outras pessoas a progredir, relatou.

Pessoas diferentes, vidas de batalha, inúmeras histórias como a do senhor José, carregada de memórias e registros importantes, portas abertas.

Bazar Beneficente  

Realizar o Bazar é pensar além, em prol de melhorias para a casa.

Agora, a ideia é criar uma lavanderia, para que os moradores locais possam lavar suas roupas e pertences, mantendo a higiene diária.

Segundo Cariolando Siqueira, gestor da Obra Social, se fazer presente é o mais importante. Para ele fazer o outro feliz é a maior herança salesiana que se pode ter.

“Quando você doa, você recebe em dobro”, finalizou o gestor.

Todas as roupas e pertences do bazar são doações, qualquer ‘item’ custa 1 real, são eles: roupas, calçados e utensílios domésticos.

Programação:

Sexta-feira – 06/05
Das 8h às 18h.

Sábado – 07/05
Das 08 às 12h

Endereço: Alameda Dino Bueno, 735
Campos Elíseos – SP

Texto: Larissa Freitas– Comunicação Social ISSP

Fotos: Camila Ribeiro – Comunicação Social ISSP

Receba notificações sobre as mais recentes notícias da Inspetoria Salesiana de São Paulo. Inscreva-se!