Causa do Padre Rodolfo Komorek reabrirá Capela Sagrado Coração de Jesus

Anúncio acontecerá no contexto da Solenidade do Sagrado Coração de Jesus; na ocasião, serão divulgadas as datas de reabertura do templo e agendamento de casamentos

 A Paróquia Sagrada Família e a Organização Social de Cultura (AFAC) anunciarão na próxima sexta-feira, 24, a data da reabertura da Capela Sagrado Coração de Jesus para celebrações litúrgicas, incluindo o Sacramento do Matrimônio. 

LEIA TAMBÉM

Escola Nacional de Comunicação Salesiana recebe formação sobre Ação Social com Padre Agnaldo de Lima, SDB

O evento, na Capela do Parque Vicentina Aranha e terá início às 11h, e será divido em três momentos: primeiro, um bate-papo sobre a Capela Sagrado Coração de Jesus e a sua ligação com a Causa do Venerável Padre Rodolfo Komorek; na sequência, o anúncio da concretização da parceria entre para a reabertura da Capela para celebrações litúrgicas e a divulgação do calendário de reabertura do templo, agendamento e celebração do Sacramento do Matrimônio. Encerrando o encontro, será realizado um ato em homenagem ao Sagrado Coração de Jesus, cuja solenidade litúrgica se celebra nesta data.

O bate-papo contará com a participação do diretor-executivo da AFAC, Aldo Zonzini Filho; do Pároco da Paróquia Sagrada Família, Padre Maurício Tadeu Miranda, SDB; e a mediação do secretário da Vice-Postulação da Causa do Padre Rodolfo Komorek, Rômulo Paula.

O momento também terá a participação do projeto Brincando de Música.

Sobre a Capela Sagrado Coração de Jesus

A Capela Sagrado Coração de Jesus foi inaugurada em 20 de outubro de 1935. Foi construída com donativos do Conde de Lara, cafeicultor, empresário do ramo imobiliário e grande acionista, que financiava projetos da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, além de apoiar outras instituições católicas, estabelecimentos de saúde e atividades artísticas da cidade de São Paulo.

A Capela, em estilo eclético, com vitrais policrômicos, implantada no centro de um jardim em estilo barroco, faz parte antigo Sanatório Vicentina Aranha, inaugurada em 27 de abril de 1924, sendo o primeiro da fase sanatorial a ser construído em São José dos Campos. O projeto inicial do complexo é do arquiteto Ramos de Azevedo e as obras foram executadas pelo engenheiro Augusto de Toledo.

Em 1980, por decisão da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, o complexo passou a abrigar um hospital geriátrico, cujas atividades foram encerradas em 2003. A Congregação das Irmãs de São José de Chambéry administrou por décadas o local. Desde a sua inauguração, a cura pastoral da Capela, que possui poucas intervenções, foi confiada historicamente a sacerdotes religiosos e diocesanos, que assistiram aos fiéis que acorreram ao Vicentina Aranha em busca de tratamentos de saúde.

A Capela Sagrado Coração de Jesus está no território pastoral da Paróquia Sagrada Família.

AFAC e Paróquia Sagrada Família

A reabertura da Capela Sagrado Coração de Jesus faz parte das ações conjuntas entre a Paróquia Sagrada Família e Organização Social de Cultura de São José dos Campos, ligadas à promoção do conhecimento, salvaguarda do patrimônio material e imaterial, e recuperação dos bens culturais ligados à Causa do Padre Rodolfo Komorek no Parque Vicentina Aranha.

Em outubro de 2021, as instituições, com o apoio da Prefeitura Municipal de São José dos Campos, inauguraram o Memorial Padre Rodolfo Komorek, espaço onde antes esteve localizado o quarto do religioso no período em que ficou internado para tratar de uma tuberculose até o seu falecimento, em dezembro de 1949, durante a fase sanatorial do Vicentina Aranha. 

O local fica aberto para visitação todos os dias, das 9 às 19 horas, no Pavilhão Cia. Paulista. Em fevereiro de 2022, as instituições entregaram a manutenção preventiva da Gruta do Parque e o restauro das imagens sacras de Nossa Senhora de Lourdes e Santa Bernadete. O local fica aberto para visitação diariamente das 6 às 21 horas, no interior do Parque.

Com informações e Fotos: Alameda Comunicação

Comments are closed.