Escola São José usa literatura infantil para ensinar sobre a Idade Média

As aulas de história ganharam uma grande aliada no estudo da Idade Média: a literatura infantil. A literatura, como toda produção cultural, é importante fonte de compreensão do período na qual foi produzida. Por meio da análise de algumas histórias infantis, os alunos puderam mergulhar um pouco mais fundo nas características da cultura da idade média europeia, a fim de melhor compreenderem as estruturas e os valores referentes à sociedade feudal.

Nos dias 19 e 21 maio, na sala de leitura da Escola Salesiana São José, em Campinas, esta proposta foi coroada com a contação da história O flautista de Hamelin que, além de realçar aspectos da história oral e da função educativa das histórias infantis, pode buscar suas origens medievais.

De maneira lúdica, esta proposta permitiu reforçar aspectos importantes do período, como a peste negra e o renascimento urbano entre outros temas. A atividade contou ainda com as notas adocicadas de nossa aluna Bianca Azevedo de Souza, do 7º ano B, tocando sua flauta doce.

“Ensinar e aprender História sempre foi um desafio para professores e alunos; conteúdos muitas vezes abstratos e distantes do universo de significação das crianças e dos adolescentes. Estimular os alunos de modo a tornar o assunto mais significativo, articulado com sua experiência cotidiana não é uma tarefa fácil, mas também não é impossível”, disse o professor Carlos Eduardo Cedran de Paiva.

Simone Silva

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.