Formação e trabalho em rede no IDB

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

A Parada Pedagógica do mês de abril, realizada de forma on-line, trouxe um momento explicativo e interativo para o Instituto Dom Bosco e seus parceiros

Devido ao agravamento da pandemia do novo coronavírus, as medidas de isolamento social permanecem, portanto, a Parada Pedagógica do Instituto Dom Bosco São Paulo (SP), do mês de abril, foi realizada de forma on-line. O momento aconteceu no final do mês, e formou mais de 70 colaboradores para diferentes naturezas.

A abertura foi realizada pela Equipe de Pastoral, lamentando as mais de 400 mil vidas perdidas (até o momento), em decorrência da Covid-19. Marcos Nunes, ressaltou a importância da solidariedade com as famílias, inclusive as dos nossos atendidos. Ainda no momento da Pastoral, Magno Fonzar falou sobre a importância do cuidado. Ele lembrou  que devemos nos manter atentos, evitando qualquer descuido que possa comprometer a saúde de todos. 

Concluindo o primeiro momento, Larissa Borges anunciou uma dinâmica: Anjo por uma semana. Em um sorteio aleatório, cada colaborador(a) do IDB, foi destinado ao outro, tornando-se anjos e anjas. A intenção é promover uma troca, a partilha e a fraternidade entre os colaboradores. 

Na sequência, Rosana Ferreira, coordenadora do Centro de Desenvolvimento Social e Produtivo CEDESP, Unidade Bom Retiro, Myrian Varallo, coordenadora do Centro para Crianças e Adolescentes Programa Vida Melhor CCA PROVIM e Larissa Borges, assistente de Pastoral, conduziram a formação seguindo os cadernos apresentados pela Rede Salesiana Brasil. 

Sob a temática: “A missão na Assistência Social”, foram os assuntos: identidade organizacional, trabalho em rede, valores da ação do Instituto, objetivos, sistema preventivo e direitos humanos, compromissos, fundamentação histórica e teórica, princípios operacionais e modelo de referência.

Os participantes foram divididos em grupos  de modo que partilhassem suas visões a respeito dos temas apresentados. Para reforçar o conteúdo, Pérola Brito, coordenadora do CEDESP, Unidade Vila Paulistana, realizou um bingo, onde os representantes de cada grupo deveriam completar com palavras referente aos ensinamentos de Dom Bosco.

Posteriormente, a equipe verde IDB, representando a Aliança Verde de Dom Bosco (Don Bosco Green Alliance), apresentou as ações sustentáveis que já acontecem na casa, como: captação de água da chuva, coleta de óleo, minhocário e composteira, jardim primavera, coleta de recicláveis, substituição de descartáveis (com destaque para os copos) e redução nas impressões. 

A Equipe aproveitou para apresentar o novo e-mail para contato, assinatura de e-mail e, relembrar que semanalmente são enviadas dicas para um #MovimentoVerde. A equipe terá 30 minutos durante as paradas para orientação e fixação da bandeira #DescarteLegal. O movimento ressaltou, ainda, que tem conhecimento sobre as ações individuais promovidas pelo IDB, tanto Bom Retiro, quanto Vila Paulistana, no setor, ou na iniciativa de cada um. As  apresentadas são apenas aquelas que estão registradas e conduzidas pela administração.

Após a fala de recursos humanos, a reunião foi encerrada. Além da transmissão on-line e ao vivo, o IDB disponibilizou aos colaboradores um espaço seguro e com acesso, na obra, para aqueles que não possuíam ferramentas para acessar os canais. Todas as informações foram enviadas por e-mail.

Na parte da tarde, os educadores do CCA PROVIM, CEDESP BR e Vila Paulistana, foram contemplados com uma formação do Instituto Harmonie, integrante do Projeto de Alimentação Saudável PAS, em parceria com a Fundação Salvador Arena. O tema abordado foi: “Decisões nutricionalmente saudáveis”.

A coordenadora do CEDESP Vila Paulistana descreveu a participação da equipe nutricional na parada pedagógica:

“A nutricionista Sueli Longo, do Instituto Harmonie em parceria com a Fundação Salvador Arena, apresentou as estatísticas de medição de peso e altura do grupo (análise do grupo e não individual) e, então, relatou o que estes números traduzem sobre nossa alimentação e rotina de atividades físicas. Sueli, também explicou a importância do equilíbrio no conjunto entre a pirâmide de alimentos, exercícios físicos e fatores de risco genéticos e etário. A nutricionista também respondeu a perguntas e continuará realizando um trabalho individual com quem desejar”, explicou.

Fabiana Santello – Comunicação Instituto Dom Bosco

Artigos Relacionados

Receba notificações sobre as mais recentes notícias da Inspetoria Salesiana de São Paulo. Inscreva-se!