Salesianos de Pinda lançam vaquinha on-line para instalar Horta Mamãe Margarida

Os Salesianos de Pindamonhangaba estão com uma campanha em andamento para arrecadar recursos para financiar a instalação da Horta Orgânica Mamãe Margarida. A modalidade escolhida para receber as doações é a de crowfunding, uma espécie de “vaquinha on-line”, na qual os interessados pelo projeto podem colaborar efetuando doações via cartão de crédito ou boleto bancário e ainda recebem recompensas de acordo com as doações.

O investimento necessário para a criação da horta é de R$ 3 mil. Para doar, basta o interessado acessar o site http://www.kickante.com.br/campanhas/vinde-verde e clicar no botão “Quero contribuir”. No dia 13 de maio todas as contribuições arrecadadas pela plataforma serão revertidas para a obra salesiana de Pindamonhangaba para a realização do projeto.

“Com a instalação da horta orgânica poderemos abastecer nossa cozinha com verduras e legumes de qualidade, livres de agrotóxicos e também garantir a sustentabilidade dos nossos programas. A horta pode ser um laboratório vivo para diferentes experiências didáticas. As crianças também receberão instrução sobre o uso responsável dos recursos naturais e aprenderão sobre a importância de uma alimentação equilibrada e balanceada”, informa a descrição do projeto no site, que foi citado inclusive no Facebook pelo Projeto Rio Vivo, da Band Vale.

Doação que presenteia o doador

Uma contrapartida interessante da plataforma é a retribuição com um presente aos doadores de acordo com a generosidade de cada um. As recompensas variam de um “muito obrigado” especial por e-mail até uma camiseta especial comemorativa do bicentenário de nascimento de Dom Bosco.

Salesianos em Pindamonhangaba

Diariamente, a obra salesiana de Pindamonhangaba atende mais de 160 crianças e adolescentes em seus programas educativos. Eles recebem reforço escolar, participam de oficinas culturais e esportivas, formação profissional e também têm uma refeição muito gostosa e saudável preparada com carinho pelas “mamães” da obra.

Anderson Bueno

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.