Simão Srugi, o bom samaritano

A VPN is an essential component of IT security, whether you’re just starting a business or are already up and running. Most business interactions and transactions happen online and VPN

Simão Srugi, salesiano irmão, foi declarado venerável em 1993. Sua fama de santidade em território palestino perdura até hoje. Era conhecido como ‘bom samaritano’ e era chamado pelos muçulmanos de Muàllen Srugi; trabalhou e viveu entre eles. Diziam a seu respeito: – “Pecado que Muàllen Srugi seja cristão. Se fosse muçulmano, o faríamos um dos nossos santos”.

Srugi nasceu em Nazaré, 1877. Perdeu os pais ainda criança e quando não mais contou com os cuidados da avó, entrou para um orfanato católico em Belém. Padre Betosi, seu responsável, tornou-se salesiano e aplicou a Pedagogia Salesiana no orfanato. Encantado com o estilo e entusiasmo salesiano de trabalho e educação, pediu aos 16 anos para ser salesiano. Completou seus estudos no Oratório e na Escola Agrícola, consagrando-se como salesiano irmão.

Como agricultor e enfermeiro, tornou-se referência de justiça e esperança de um mundo melhor para pessoas de uma região assolada por carestias e guerras. Diziam então que depois de Alá, estava Srugi.

Nesta região de minoria cristã católica, afirmou e defendeu, incansavelmente, o princípio de que todos, muçulmanos e cristãos somos filhos de Deus. Justamente pela defesa da igualdade da filiação divina de todos, cristãos e muçulmanos, ganhou respeito e apreço de seus conterrâneos, em sua maioria agricultores. “É como um anjo, é como Alá”.

Como salesiano irmão, dedicou-se inteiramente aos mais necessitados. Foi responsável pelo grande moinho de trigo em Nazaré, tornando-se agente de paz em conflitos entre aldeias vizinhas. Diziam que suas mãos eram guiadas por Deus, motivo de cura e restabelecimento da saúde.

Alimentava-se da eucaristia, nutria-se do amor de seus semelhantes, confirmava por meio de seu testemunho, da forma mais salesiana, o bom samaritano que era: o bom pastor.

Quando Pe. Rua, reitor mor, visitou a comunidade salesiana de Beit Gemal, também chamada em território israelense Beit Shemesh, disse: – “Acompanhem-no bem, registrem suas palavras e suas ações, porque trata-se de um santo”.

Hoje, venerável, e seguramente um dia santo, Srugi, salesiano irmão, também conhecido como o patriarca do deserto, dedicou seus últimos dias de vida ao trabalho com os mais pobres. Em 1943, aos 66 anos faleceu de malária e seu caixão repousa em Beit Gemal junto à tumba gloriosa de Santo Estevão.

Sua história de vida e testemunho nos anima a servirmos a Deus com mais confiança e vigor. Simão Srugi, salesiano irmão, rogai por nós!

Antenados na próxima secção, acompanharemos um testemunho de vida e trabalho dum salesiano irmão bastante querido por nós. Até breve.

Irmão Rodrigo Tarcha, Escola Salesiana São José – Campinas

Os Salesianos em SP

Nós, Salesianos de Dom Bosco, somos uma organização internacional de pessoas dedicadas em tempo integral ao serviço dos jovens, especialmente dos mais pobres e abandonados.

Em qualquer lugar trabalhamos o desenvolvimento integral dos jovens, através da educação e da evangelização que está no centro do nosso compromisso.

Mais recentes no site

Estão lendo agora em nosso site: