OSSJB contra a exploração sexual de crianças e adolescentes

Na segunda-feira, 18 de maio, os educandos da Obra Social São João Bosco, de Campinas participaram da IX edição Dia Nacional de Enfrentamento ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Instituído pela Lei Federal número 9.970, de 2000, o dia foi uma conquista que demarca a luta pelos direitos humanos de crianças e adolescentes em nosso país.

O evento contou com a presença das mais diversas instituições da cidade de Campinas, como Associação Nazarena Assistência (ANA), Centro de Educação e Assessoria Popular (CEDAP), Casa Maria de Nazaré (Casa dos Anjos e Casa Hosana), Centro de Estudo e promoção da Mulher marginalizada (CEPROMM), Associação Anhumas Quero- Quero, entre outras.

A concentração aconteceu na Estação Cultura, às 8h30. O cortejo começou às nove horas e percorreu toda a Rua 13 de Maio até a Praça Rui Barbosa. Lá, várias tendas estavam montadas para acolher a todos que passavam e explicar um pouco mais sobre o intuito do evento.

Os educandos dos núcleos São Domingos Sávio, Santa Rita, Vida Nova e Nossa Senhora Auxiliadora apresentaram, na manhã do evento, a Banda Eco Soul e o coral. Até às 17 horas, quem passasse pela praça no centro de Campinas, poderia ser mais um a fazer bonito!

Saiba mais sobre o Dia Nacional de Enfrentamento ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

No dia 18 de maio de 1973, na cidade de Vitória (Capital do Espirito Santo), Araceli Santos foi sequestrada, espancada, estuprada, drogada e assassinada. Seu corpo, que apareceu dias depois, foi desfigurado por ácido. Seus agressores ficaram impunes. Infelizmente, o “caso Araceli” foi apenas mais um, dentre tantos que acontecem em nosso cotidiano, manchando a sociedade brasileira, através desta cruel forma de violação de direitos e degradação da vida humana, especialmente da infância e adolescência.

No Brasil, a problemática da violência sexual contra crianças e adolescentes tem se manifestado através do abuso intra e extra familiar e da exploração sexual comercial, tornando-se cada vez mais evidente.

Com o objetivo de sensibilizar e mobilizar a sociedade para o enfrentamento dessa problemática, representantes de organizações governamentais e não-governamentais propuseram a criação de um Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Esse dia foi instituído em 2000, pela Lei Federal nº 9970.

Nesta trajetória, algumas conquistas já foram alcançadas, sendo o Plano Nacional de Enfrentamento da Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes um forte exemplo destas conquistas. A implantação do referido Plano Nacional é uma realidade que vem sendo construída coletivamente com o governo e a sociedade civil, no âmbito dos estados e municípios.

Entretanto, ainda há muito por caminhar, e o Dia Nacional de Luta contra a Violência Sexual de Crianças e Adolescentes deverá merecer um esforço de todos os atores protagonistas desta jornada, para que toda a sociedade brasileira possa despertar para o tema e tomar conhecimento das ações de enfrentamento, do ponto de vista político e operacional nos âmbitos local, nacional e internacional.

 

Laís Franco

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.