Formação em Metodologias Ativas do UNISAL reúne professores de outras universidades

Rosilene Marton é uma professora atuante. Ministra aulas em três instituições de ensino superior e, no sábado, dia 9 de maio, não pensou duas vezes foi em busca de qualificação, inovação e aprendizagem ativa no UNISA (Centro Universitário Salesiano de São Paulo), Unidade Lorena. “Eu creio que esta formação seja essencial para aprimorar o nosso aprendizado e do aluno”, afirma a professora.

A exemplo de Rosilene, outras 22 pessoas também participaram da formação em Metodologias Ativas com o tema WAC (Writing Across the Curriculum).

A capacitação baseada no método Estudo de Currículo pode ser conferida no Youtube  ou pelo site do LMI.

Somente em 2015, cerca de 150 pessoas já participaram de curso oferecido pelo UNISAL, entre elas ex-alunos e professores da instituição, educadores de escolas públicas e particulares e mestrandos do curso de Direito.

A formação gratuita é realizada das 10h às 11h30 no Laboratório de Metodologias Inovadoras do UNISAL Lorena. O último de seis encontros será no dia 30 de maio.

Segundo o pesquisador de Metodologias Ativas de Aprendizagem pelo LMI UNISAL (Laboratório de Metodologias Inovadoras) Prof. Me. Antonio Savio da Silva Pinto, o desafio em inovar o ensino superior é enorme, mas é preciso acreditar e apostar nesta prática. Essa mudança começa na estrutura da sala de aula.  “O LMI é todo diferenciado, justamente para forçar o aluno a não focar sua visão apenas no professor, é preciso que ele também invista no seu próprio aprendizado”, ressalta Antonio Sávio.

A cada semestre uma Metodologia Ativa é estudada pelos professores e alunos. A intenção é que até 2017, 13 novas formas de aprendizagem ativa tenham sido estudadas.

Comunicação e Marketing – UNISAL

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.