Alunos da Escola São José conectados pela limpeza dos oceanos

Os alunos dos 6° e 7° anos do Ensino Fundamental II da Escola Salesiana São José, de Campinas, viveram uma experiência globalizada, a convite do autor Fernando Carraro, que visitou a escola no último dia 11 de maio. Durante os dias 24 e 25 de junho, os alunos assumiram a missão de elaborar mensagens de agradecimento e incentivo ao jovem holandês Boyan Slat.

Slat é reconhecido pela Organização das Nações Unidas (ONU) como um dos 20 jovens mais promissores do mundo. Foi premiado com o título de Campeões da Terra por seu Projeto The Ocean Cleanup (Limpeza Total do Oceano). Após um mergulho na Grécia, em 2011, frustrado por ver mais plástico do que peixes no fundo oceânico, perguntou-se: “Por que não podemos limpar isso?” Isto o levou a criação do conceito de Limpeza Passiva apresentado ao mundo em 2012. Slat concebeu um sistema através do qual, impulsionado pelas correntes oceânicas, o plástico se concentraria em si, reduzindo o tempo de limpeza de milênios a meros anos.

Ciente deste importante trabalho e, com o intuito de levantar fundos para esta causa, Fernando Carraro conseguiu uma bola autografada por jogadores do futebol brasileiro que será leiloada por Slat em Amsterdã (Holanda). A missão de enviar esta bola foi dada aos alunos da Escola Salesiana São José. Com o apoio dos docentes Lídia Maria Soares Bizo (Língua Portuguesa), Elisete Soave Vianna (Inglês) e Maico Diego Machado (Geografia), os alunos elaboraram as mensagens que serão enviadas junto com a bola para Amsterdã.

“Parabéns aos alunos por esta ação de reconhecimento da força deste jovem como um cidadão ciente do respeito às gerações futuras. Um agradecimento especial a Fernando Carraro que nos confiou esta Missão” disse o professor Maico Diego Machado.

Texto: Maico Diego Machado / Fotos: Com. e Marketing – ESSJ

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.