Mianmar – Padre fala sobre o socorro salesiano após enchentes

·

Logo que inundações atingiram a cidade de Kalay, Estado de Chin, em Mianmarm entre julho e agosto passados, os Salesianos coordenaram a formação de uma Equipe de intervenção, composta também por Filhas de Maria Auxiliadora, Voluntários, Ex-alunos e Amigos – para ajudar nos socorros e salvar a vida das pessoas.

Depois de oferecer às pessoas reparo e campos de alojamento, tratou-se de limpar toda a localidade, para evitar a invasão de doenças. Em seguida, a Equipe organizou programas vespertinos de apoio psicossocial, girando pelos campos, compartilhando a dor com a pobre gente e ao mesmo tempo infundindo alento e esperança.

Contemporaneamente partiu a distribuição de comida, inicialmente à diocese (uma área entre as mais duramente atingidas pelas inundações), de modo que pudessem beneficiar as populações das zonas mais desastradas da diocese. Depois o grupo começou a distribuição direta de comida: arroz por um mês a 400 famílias, azeite, feijão, caixas de sardinhas e sal, vasilhame, baldes, xícaras… Analogamente, água depurada por um mês.

Em seguida partiu também o programa médico-sanitário. Devido à falta de alimentos, água e alojamentos adequados, entre o povo se estavam desenvolvendo inícios de pandemias e foi necessária uma grande atenção sanitária, com remédios, agasalhos e mosquiteiros.

Na divisão de Mandalay, fez-se também a entrega de uma embarcação para cada uma das dez vilas.

Apesar de tudo, resta muito por fazer: programas para prover aos meios de sostentação entre o povo, saneamento socioeconômico, restauração de residências, reconstrução de escolas, estradas, pontes.

Até agora, graças a amigos e benfeitores, e ao empenho do Conselheiro Regional para a Ásia Leste-Oceânia, Pe. Václav Klement, os Salesianos do Mianmar puderam beneficiar a população destas áreas com bens no valor de perto de 70.000 dólares.

Pelo Pe. Peter Kim My, SDB para a ANS 

Comments are closed.